Dicas Saúde
Descubra por que a Primavera é a estação da alergia
28 de setembro de 2018
0

A alergia é uma doença muito comum na Primavera. E a prevenção assim como os cuidados na hora de realizar o melhor tratamento é essencial para uma vida mais saudável.

E a alergia precisa ser levada a sério, afinal, a cada 4 pessoas 1 sofre com a Alergia Respiratória e, ao mesmo tempo, mais de 500 milhões de pessoas em todo o mundo tem o que é chamado de Rinite Alérgica.

Achou isso assustador? Saiba que cerca de 20% dessas pessoas que tem a alergia apresentam sintomas considerados graves!

Mas, por que a alergia é considerada a rainha da estação? Descubra!

Alergia – entenda o que é

A explicação para entender o que é a alergia é bem simples…

A alergia é uma resposta imunológica do organismo humano que se desenvolve depois que o nosso corpo se expõe a uma substância estranha.

Dessa forma, a alergia ocorre principalmente alguns indivíduos que estão suscetíveis e previamente sensibilizados.

Por exemplo, considere um bebê que ainda não tem todo sistema imunológico formado por completo.

Obviamente, ele é um dos indivíduos que está mais suscetível à alergia.

Fácil entender isso até aqui, não é?

Portanto, a alergia é uma reação anormal de uma ou mais substâncias que são comuns no nosso dia a dia.

O fato é que quando essas substâncias são inaladas ou ingeridas pelo organismo ou quando entram em contato com a pele, elas podem causar várias lesões.

Por fim, podemos dizer que essas substâncias são capazes de desencadear a alergia e isso tudo acontece através do que são chamados de alérgenos.

Outra notícia importante que todos devem saber é que algumas reações alérgicas podem ser muito violentas.

E reações violentas você pode entender como o surgimento de edemas na parte interna das vias respiratórias.

Aí podemos falar em Alergia Respiratória!

Que é causada justamente por substâncias presentes no ar que respiramos, como o pólen, ácaros domésticos e os pelos de animais.

Alergia – tipos, causas e sintomas

Agora que você já sabe o que é a alergia, entenda as suas principais características.

Depois, vai ficar bem fácil saber porque essa é uma doença típica da Primavera.

As alergias podem ser classificadas em:

  • Alergia Alimentar
  • Alergia da Pele
  • Alergia Respiratória
  • Alergia Ocular

Quanto às causas, as principais delas são os ácaros, os alimentos, as baratas, os fungos, os animais com muitos pêlos (especialmente os domésticos, como cães e gatos), os medicamentos, o mofo, as picadas de insetos e o pólen das flores.

Especificamente sobre os sintomas da alergia, eles variam muito.

Pode ser uma alteração no olfato ou paladar assim como narinas entupidas.

Pode ser também cansaço, chiado no peito, falta de ar, faringite, tosse, etc.

Alergia – a doença da Primavera

O colorido exuberante da Primavera é de encher os olhos, não é mesmo?

Afinal, na primavera as flores dão o ar da graça…

Só que apesar da beleza, muita gente sofre nessa época do ano com a alergia.

A Reação Alérgica é provocada na maior parte dos casos pelo pólen das flores.

Sendo que as alergias elas podem acontecer durante todo o período do ano, mas na primavera acontece a polinose!

O que é a polinose?

É o processo onde os pólens de gramas, de árvores e de flores são soltos no ar.

Para as plantas essa é uma forma de iniciar a sua reprodução, mas…

Para as pessoas o resultado pode aparecer em forma de irritação.

E o sintoma começa com uma coceira insuportável no nariz.

Depois, os espirros constantes.

E pode chegar a sintomas mais fortes, como: coriza, dor de cabeça, dor no corpo.

Assim fica fácil entender por que a alergia é a doença da Primavera, não é mesmo?

Primavera – doenças além da alergia

Apesar de a alergia ser a doença mais comum da Primavera, nessa estação do ano também podem ser desenvolver outros problemas de saúde.

E a justificativa é a de que a alergia deixa as pessoas mais suscetíveis.

Isso porque pessoa que está sensibilizado ao contato do pólen.

E aí também aparecem manifestações como: rinite, conjuntivite, asma, dermatite atópica.

Embora seja nas flores que o pólen seja mais aparente, ele também está presente em alguns tipos de grama ou capim.

Por isso, essas paisagens também podem causar alergias.

E ainda podemos falar da urticária!

Por conta do calor nessa época do ano, a vermelhidão também é um sintoma comum da Primavera.

E, quase sempre, ela é causada pelo uso incorreto ou exagerado de cosméticos, como protetores solar.

Alergia – o melhor tratamento

Como você viu até aqui, o principal causador das alergias é o pólen das flores.

Ele fica circulando invisivelmente pelo ar.

E aí tem gente que só de chegar perto assim… O nariz já começa a coçar.

Essa é a alergia ou a rinite alérgica, como queira chamar!

A situação é pior para os pacientes que têm asma ou doenças genéticas.

Isso porque o organismo rejeita totalmente a presença de pólen e de ácaros.

No fim das contas, como você também viu neste conteúdo, as crianças são as que mais sofrem com a alergia.

Bom, visto isto, qual será que é o melhor tratamento para a alergia?

A solução para as alergias é evitar o contato com o que causa o problema!

Ficou fácil entender, né?

Se você evita contato com o pólen, você previne a doença.

Mas, e quando você quer aproveitar a paisagem, o que fazer?

Se você optar por isso e for respirar o ar cheio de pólens vai precisar buscar um tratamento precoce, isto é, uma maneira de evitar os sintomas.

O uso de medicamentos, por exemplo, pode ser uma boa opção.

Mas, nunca se esqueça de que isso só pode acontecer com a orientação de um médico especialista ou de um farmacêutico especializado.

Outras dicas são mais naturais, como: evitar se expor ao vento nessa estação do ano e usar óculos de sol sempre que for possível – lembre-se que a alergia também é ocular.

Uncategorized
7 Dicas Caseiras para Cuidar dos seus Fios e do Couro Cabeludo!
13 de setembro de 2018
0

Tem muita gente que não sabe de uma coisa muito importante sobre o cabelo: a rotina diária maluca que temos no dia a dia influencia a saúde dos fios e do couro cabeludo.

Então, sabendo isso, a pergunta que fazemos é: você tem cuidado bem do seu cabelo?

Leve em conta uma rotina bem simples e comum de uma pessoa que passa por:

  • Arrumar o cabelo para o trabalho,
  • Suar durante exercícios físicos na academia,
  • Lavar o cabelo com o uso de produtos cosméticos.

Ah! E claro que nem falamos ainda de secar, por exemplo.

Resumindo… Não é muito difícil de entender que os nosso cabelo sofre tanto quanto a gente diante das turbulências do dia a dia.

Obviamente que quanto mais estresse diário mais danos à saúde do cabelo.

Na verdade, os cuidados com o cabelo começam com o cuidado que devemos ter com a própria alimentação, sabia disso?

Isso porque tudo o que ingerimos pode ajudar ou não a mantermos os cabelos brilhantes e sedosos.

Apenas usando o exemplo da alimentação já dá para entender que manter o cabelo saudável é uma questão de escolha e você pode fazer esta escolha agora mesmo.

Confira algumas dicas simples para você cuidar melhor do seu couro cabeludo e dos seus fios.

1 – Lavar o Cabelo

Na hora de lavar os cabelos, o mais indicado é optar pela água morna e isso tem uma explicação simples.

A água muito quente desidrata os fios e os torna ressecados demais.

Com o tempo, o uso constante de água muito quente torna o cabelo quebradiço.

Já a água fria não é cômoda para a lavagem dos fios.

Logo, a água morna ajudar a tirar os resíduos dos fios, logo o couro cabeludo vai respirar melhor.

Outra dica durante o hábito de lavar o cabelo é quanto ao uso do condicionador.

A dica, nesse caso, é usar o produto sempre nas pontas.

O uso dele na raiz é possível e aconselhável apenas para quem tem o couro cabeludo muito seco, o que é raro em toda a população mundial.

2 – Hidratação do Cabelo

Essa também é uma excelente maneira de nutrir os fios.

As hidratações constantes ajudam a fortalecê-los, deixando os fios mais resistentes.

Qual a periodicidade para hidratar os fios capilares?

Uma hidratação intensiva semanal já é uma boa pedida, considerando o uso de ampolas e cremes à base de proteínas.

Além do escudo protetor, a hidratação do cabelo garante brilho, maciez e balanço aos fios.

3 – Cortes Periódicos

Todos os cabelos precisam de cortes periódicos, desde os naturais até os quimicamente modificados.

A explicação está no fato de que isso colabora muito com o crescimento saudável dos fios…

Você já deve ter ouvido dizer que é preciso cortar, ao menos, as pontas, não é mesmo?

4 – Tipos de Pentes

O mais adequado para quem tem cabelo longo é o uso de pentes com dentes grandes e largos.

Agora, tem uma dica diferenciada aqui: para quem tem aquele cabelo que só de piscar já embaraça: substitua a escova por um pente de dentes grandes e largos.

5 – Aparelhos Industrializados

Aqui estamos falando principalmente do secador de cabelo e da famosa chapinha.

Evite sempre que puder o uso contínuo desses aparelhos.

Ainda que você ache que eles deixam os cabelos mais bonitos (cachos também são lindos), o excesso prejudica a saúde dos fios.

Portanto, quando o assunto é a saúde dos fios devemos sim pensar no longo prazo!

6 – Circulação Sanguínea

A má circulação sanguínea é o principal fator que impede o crescimento dos fios. Isso é um fato.

Portanto, uma das boas dicas é pensar em alternativas para circular melhor o sangue na região capilar.

A medula capilar é uma espécie de “caminho” que leva todas as vitaminas, aminoácidos e minerais para o córtex.

E como é que você pode fazer para estimular a circulação sanguínea capilar?

Existem muitas dicas boas para isso e todas gratuitas, listamos algumas para você: massagear o couro cabeludo diariamente, acrescente vitamina C à sua alimentação e pratique exercícios físicos com periodicidade.

7 – Dormir com o Cabelo Molhado

Essa é uma daquelas dicas antigas, mas muito boas!

– Evite dormir com cabelo molhado!

Porque se você fizer isso vai causar a queda e a quebra dos fios.

Consequentemente, também vai auxiliar no desenvolvimento de fungos, tanto no couro cabeludo quanto nos fios.

E por que os fios ficam mais quebradiços? Porque o contato com o travesseiro danifica a estrutura deles e a umidade facilita a criação de um ambiente propício.

É fácil entender isso: um couro cabeludo sem saúde compromete a força dos fios e a beleza deles.

Então, não há dica melhor do que: tire a umidade dos seus fios antes de se deitar!

Bônus – A Alimentação para a Saúde do Cabelo

Claro que a gente não podia terminar este conteúdo sem falar da alimentação – que já até foi mencionada no início do conteúdo.

Os cabelos dependem diretamente do que você come!

Então, qual é a dica aqui?

Alimente-se bem!

E coma frutas, verduras, leite, ovos, peixes, carnes, alimentos que possuem zinco e cálcio!

Isso é muito importante para o desenvolvimento dos fios.

E o ideal é ter uma dieta equilibrada e balanceada, que nada mais é do que o famoso prato colorido, sabe?

Que tem todas as cores e em poucas quantidades.

Apenas para você entender melhor isso, considere inserir na sua alimentação o espinafre, que é um vegetal rico em nutrientes que ajudam na prevenção da queda de cabelo e auxilia na hidratação dos fios.

Isso porque o espinafre é rico em vitamina C, ácido fólico (betacaroteno) e ferro.

Então, para terminar o conteúdo, o que podemos dizer sobre as dicas de alimentação para manter a saúde do cabelo?

Beba suco de laranja e morango naturais. Invista nos peixes, especialmente o salmão, atum e a sardinha.

Use alho e cebola para cozinhar seus alimentos. Insira legumes e verduras no seu cardápio…

Esse, com certeza, é um bom começo.

Agora, em casos de dúvidas, consulte um médico especialista, que pode ser um dermatologista ou endocrinologista.

Dicas
Cuidados no Inverno: proteja a criança da Bronquiolite em 5 passos
6 de setembro de 2018
0

A bronquiolite é uma doença importante e considerada grave. Portanto, o assunto que vamos tratar neste artigo é muito importante e tem que ser falado de forma séria.

Abaixo vamos explicar o que é a bronquiolite e listar algumas recomendações que devem ser tomadas para que as crianças se previnam da doença, especialmente no inverno.

O que é a bronquiolite?

No dicionário da medicina, a bronquiolite é uma inflamação que acontece nas vias aéreas, especificamente nos bronquíolos.

A doença costuma aparecer especialmente em crianças com até 2 anos de idade.

E ela pode ter sintomas como a secreção nasal, que dificulta muito a respiração, podendo vir com febre acrescentada ou não.

Nos adultos a doença é menos comum, ainda que pode acontecer.

Nas pessoas mais velhas, a bronquiolite acontece especialmente nos tabagistas e tende a levar a fibrose pulmonar em quadros mais agressivos.

O fato importante aqui, que é o nosso foco, é entender que a inflamação preocupa quando atinge os pequenos porque em caso mais graves pode causar dificuldades respiratórias severas.

5 passos para evitar a bronquiolite

Considere que um dos melhores tratamentos é ter a chance de dar suporte para a criança garantir uma respiração calma.

Agora, para diminuir a incidência de contaminação e os males que o vírus causa ao organismo dos pequenos, confira as dicas.

1 – Higienização

A dica aqui é higienizar o nariz do bebê e mantê-lo hidratado o tempo todo.

A justificativa é que a limpeza e a hidratação nasal contribuem para manter as vias aéreas superiores limpas e em bom funcionamento.

Assim, se as vias estão funcionando bem, isso aumenta a defesa do corpo, que se tornam mais eficientes, livrando as crianças de infecções oportunistas.

2 – Lenços Descartáveis

Outra dica para evitar a bronquiolite é sobre usar lenços descartáveis ao invés dos lenços de pano, de tecidos.

Ainda há pessoas que insistam no uso de lenço de tecido, considerando a sua economia de dinheiro.

Mas, temos um alerta.

O recomendado pelos médicos é o uso dos lenços de papel.

Isso porque eles são mais eficientes para conter a coriza ou assoar o nariz.

Assim sendo, os lenços descartáveis são mais higiênicos ao serem usados e diminuem as chances de as crianças propagarem o vírus para outras pessoas.

3 – Respeito

O respeito aqui, no qual estamos falando, é sobre cobrir o nariz e a boca das crianças quando elas tossem ou espirram.

Com o tempo, elas devem aprender a fazer isso sozinhas.

Ah, e detalhe: logo em seguida ao fazer isso, higienize as mãos, sempre.

A questão do respeito é porque no Brasil fazer isso é sinal de respeito, mas no fundo também vale muito a pena com a questão de ser saudável.

A prática simples de cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar e higienizar as mãos é importante porque ajuda a prevenir o possível contágio por vírus de todas as pessoas que são próximas aos doentes.

Se as crianças já têm tendência a ter doenças como essa, também é possível lavar as mãos dos pais e das crianças com frequência, particularmente quando tocar o nariz, a boca ou após a alimentação.

4 – Brinquedos

A dica número 4 é sobre lavar e secar os utensílios domésticos e também os brinquedos após o uso das crianças.

Ambos (utensílios domésticos e brinquedos) devem ser higienizados sempre!

E quando as crianças ficam doentes, isso se torna imprescindível.

Também existe a opção, para os casos da doença diagnosticada, de evitar o compartilhamento desses itens com outras crianças.

Além do fato de que a higiene diária dos objetos para evitar contaminação tem que ser feita.

Recomenda-se ainda que a limpeza seja feita com água morna corrente e produtos específicos.

5 – Sintomas

A Bronquiolite é uma doença que pode debilitar muito os pacientes e levar as dificuldades respiratórias. Isso você já sabe, né?

Então, é fundamental que o médico seja consultado logo no início dos sintomas para que o tratamento da doença seja mais efetivo.

Para te ajudar com isso, considere alguns sintomas: pele arroxeada por falta de oxigenação, tosse seca, respiração ruidosa e rápida.

Se os sintomas existirem, a dica é ir até um hospital pediátrico ou no consultório médico.

Entenda que as pequenas pausas durante a respiração, a falta de apetite, os vômitos após alimentação e o estado irritativo também podem ser sintomas, apesar de serem menos comuns.

E, em alguns casos mais graves, os sintomas ainda evoluem para a desidratação, a fadiga e a insuficiência respiratória grave.

Em caso raro podem ter o aparecimento de uma pneumonia bacteriana por germes oportunista. Portanto, observe os sintomas.

Bônus: imunizantes

Como falamos no início do artigo, esse é um assunto muito importante.

Por isso, não podemos deixar de falar sobre um imunizante, que pode ser dado para essas crianças pequenas que estão no grupo de risco para terem bronquiolite.

Atenção: esse imunizante deve ser indicada apenas para crianças que estão no grupo de risco para a bronquiolite.

E essas crianças podem receber 1 vez por mês esse imunizante – até complementar 5 doses.

Ele vai combater o vírus respiratório, sendo que tem anticorpos que não deixam a infecção atuar.

E quem está nesse grupo?

– Os bebês prematuros, que tiveram gestação com menos de 35 semanas e que são portadores de doença pulmonar crônica ou que são portadores de cardiopatias congênitas.

– Os bebês prematuros de até 28 semanas e 6 dias de idade gestacional e que tenham menos de 1 ano de idade.

– As crianças que tenham problemas no coração até 2 anos de idade e para bebês que tenham doenças comprovadas no pulmão até 2 anos de idade.

Esse imunizante é disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

Uma dúvida comum é sobre “quando esses bebês que estão no grupo de risco devem receber esse imunizante”?

Isso vai depender da sazonalidade (do período em que o vírus sincicial respiratório vai incidir na região em que você mora).

Homem Idosos
Qual é a doença masculina mais comum no Brasil?
31 de agosto de 2018
0

 

A lista de doenças prevalentes na população masculina é bem grande e envolve muitos fatores de risco, como a genética e os maus hábitos realizados no dia a dia.

A falta de consciência na hora de buscar ajuda médica também é considerado um fator que impulsiona as doenças mais vulneráveis nos homens.

Bem, mas não vamos nos dedicar a citar quais os bons comportamentos você deve ter e sim vamos trazer uma informação muitíssimo importante para os homens: conhecer aquela que é considerada a doença masculina mais comum no Brasil.

E nós vamos te contar qual é…

Mas, antes, vamos citar outros problemas de saúde que são comuns nos homens.

Doenças do Coração (cardiovasculares)

É maior nos homens mais jovens, com idade até os 50 anos.

O motivo é formado por um grupo, chamados de fatores de riscos, que incluem: hipertensão, colesterol, tabagismo, diabetes, alcoolismo, sedentarismo.

Cancro de Próstata

É um tumor masculino que acontece mais frequentemente depois dos 50 anos.

Geralmente, os homens que tem riscos elevados são aqueles que têm histórico familiar, ou seja, é considerada uma doença genética.

Cálculo Renal

É uma doença que depende de muitas variáveis, como a cultura do país e também os fatores genéticos.

Na mesma região, também acontece a incontinência urinária, que é muito comum em idosos, especialmente àqueles que fizeram cirurgias no local.

Pneumonia

É uma das doenças que mais afetam os homens também devido à um conjunto de comportamentos de risco e de hábitos de vida.

Conforme um estudo do Hospital Pulido Valente, a mortalidade por pneumonia é 10% mais baixa nas mulheres.

Problemas no Fígado

Nomes como cirrose afetam mais homens do que mulheres conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde).

A cirrose e outros problemas hepáticos estão diretamente relacionados ao estilo de vida dos homens, que tem a ver com uma alimentação nada saudável, além da ingestão de bebidas alcoólicas.

Obesidade

Não vamos falar muito sobre a obesidade porque essa é considerada a doença masculina mais comum no Brasil, ou pelo menos, uma das que mais precisam de atenção.

E nós vamos explicar os motivos abaixo, continue lendo…

Por que a obesidade pode ser considerada a doença mais comum nos homens?

A obesidade não é exclusiva dos homens, mas é uma das doenças masculinas mais comuns no Brasil.

O motivo é o fato de que por aqui as pessoas do sexo masculino não tem o hábito de se alimentar saudavelmente e nem mesmo de praticar atividades físicas.

Como decorrência disso, após os 30 anos de idade os homens começam a ganhar peso e daí partem várias doenças relacionadas, como a própria obesidade.

E considerando um ciclo negativo, da obesidade começam a aparecer outras doenças, tais como as cardíacas, a hipertensão, diabetes, dislipidemia, colesterol alto, triglicerídeos, entre outras.

E ainda como consequência de tudo isso, acontece a diminuição dos níveis hormonais de testosterona, que afetam o fator de reprodução e o desempenho sexual.

O que prova que a obesidade causa um conjunto de doenças, que estão totalmente relacionados ao ganho de peso – tornando-se um fator de risco.

Como combater a obesidade nos homens?

Com tantos problemas de saúde apresentados a partir da obesidade, não restam dúvidas de que o melhor tratamento é evitar o ganho de peso, especialmente após os 30 anos de idade.

Conseguir isso não é tão difícil quanto parece, basta seguir a regra do “praticar exercícios físicos” e “ter uma alimentação saudável e balanceada”.

É nesse ponto que começamos a perceber que as principais doenças masculinas vêm da obesidade, então, nesse caso, emagrecer deixa de ser uma questão apenas de estética e passa a ser de saúde.

E temos que considerar ainda que a doença começa aparecer cedo, mas é ao longo da vida que os sintomas tornam-se mais comuns e corriqueiros.

Isso explica o fato de que se você passar boa parte da vida acima do peso, é muito provável que mais cedo ou mais tarde vai apresentar os sintomas dessas doenças, que pode ser desde uma arritmia cardíaca até a insuficiência de alguns órgãos.

A saúde do homem no Brasil

Não seria justo terminarmos este texto sem citar algumas informações importantes para você, que é homem e não faz questão alguma de ir ao médico periodicamente.

Vimos até aqui que os homens, como as mulheres, estão sujeitos à várias doenças.

Vimos também que o ganho de peso resulta na obesidade que é um dos principais impulsionadores de outras doenças.

Logo, a saída é evitar esse ganho de peso e isso é possível através da prática de atividades físicas e também da escolha de alimentos saudáveis durante as refeições.

Esse é o nosso resumo do artigo, mas tem algo também muito importante que você precisa saber.

Historicamente e culturalmente, os homens não gostam de ir ao médico.

A frase é bem simples e tem exceções, mas estamos falando de forma geral.

Se você perguntar a uma mulher quantas vezes ela foi ao ginecologista no último ano é bastante provável que ela diga algo como “pelo menos” uma vez. Já no caso dos homens, pouquíssimos vão afirmar que foram ao urologista nesse mesmo período.

O que você precisa saber é que sim, prevenir é o melhor remédio.

Isso porque se você descobre alguma doença no início, você consegue fazer um tratamento mais correto e também mais efetivo – independente se essas forem às doenças masculinas mais comuns ou não.

Existem muitas doenças que poderiam ser evitadas se você soubesse dele. Mas, quando não sabe, não dá nem mesmo para pensar em formas de tratar.

A dica final deste conteúdo é:

  • Faça consultas médicas periodicamente,
  • Não evite os exames clínicos que podem averiguar doenças,
  • Tome as medicações recomendadas pelos médicos,
  • Tenha um estilo de vida mais saudável.

Se você seguir esse breve roteiro, com certeza, não vai precisar sofrer com as doenças prevalentes em homens, que podem partir da obesidade ou não.

Ah e se você que está lendo não é homem, tudo bem, pode fazer a sua parte também: oriente seu pai, seu irmão, filho, marido. Considere que a prevenção é uma forma de viver mais feliz e por mais tempo.

Idosos Saúde
Qual a melhor forma de repor cálcio? 4 maneiras recomendadas pelos médicos
2 de agosto de 2018
0

A gente não precisa se inundar em muitas pesquisas científicas para saber que a absorção de cálcio é menor à medida que ficamos mais velhos. Mas, há uma pergunta que intriga: qual a melhor forma de repor cálcio?

Foi para responder exatamente essa pergunta que criamos esse conteúdo.

Antes, porém, vamos entender como funciona o cálcio no corpo humano e o porquê de absorvemos menos quantidade dele ao longo do tempo.

Se você tem mais de 50 anos, saiba que a leitura deste artigo é imprescindível para a sua saúde – você pode evitar a osteoporose e outras doenças de forma muito simples!

O cálcio e os anos que vão passando

Com o corpo humano envelhecendo, o funcionamento e as reservas tendem a ter consequências negativas. Isso faz parte do processo natural do ser humano.

Uma das deficiências é quanto ao cálcio. Após os 50 anos é muito raro encontrar pessoas que consigam obter vitaminas e minerais apenas com a alimentação.

O resultado é a necessidade do uso de suplementos.

Aliás, o cálcio é um desses elementos que precisam ser repostos já que os alimentos ricos como o leite, iogurtes, queijos, brócolis e amêndoas não dão mais conta de suprir a necessidade do corpo.

Em números, um adulto saudável precisa consumir 1.000 miligramas diários de cálcio – o que equivale a 3 copos de leite.

Isso quer dizer que na fase adulta e na velhice tomar 3 copos de leite resolveria o problema da falta de cálcio?

Não. Isso não acontece porque o corpo não consegue absorver todo o cálcio.

E é por isso que é tão importante saber qual a melhor forma de repor o cálcio que o corpo humano precisa para uma vida saudável.

O cálcio é essencial para a construção e a manutenção dos ossos e também dos dentes.

4 maneiras recomendadas pelos médicos para repor o cálcio

A lista abaixo foi criada a partir de orientações clínicas, feita pelos médicos especialistas no assunto, tais como os geriatras.

O nosso foco foi citar apenas aquelas medidas que realmente são saudáveis, portanto, considere que também existem outras.

Para cada uma das alternativas abaixo, em caso de dúvidas, você pode procurar um especialista na área.

Por exemplo, para saber mais sobre os alimentos indicados, vá até um nutricionista e para entender melhor os suplementos tire dúvidas com o seu farmacêutico.

1 – A alimentação adequada

Para quem quer saber qual a melhor forma de repor cálcio, a melhor resposta está neste tópico: com a alimentação.

Existem alimentos que prejudicam a absorção do cálcio no organismo e, por isso, devem ser consumidos em pequenas quantidades.

Alguns deles são: carnes vermelhas, mexilhão, ervilhas e morango. Ah, a cafeína em excesso também prejudica a absorção do cálcio no organismo.

Por outro lado, para ajudar nessa absorção, são indicados alimentos como feijão, ovo, sardinha e a laranja.

E existe ainda uma lista daqueles que são ricos em cálcio: tofu, linhaça, rúcula, gergelim, brócolis.

2 – A exposição ao sol de forma saudável

A vitamina D, que vem especialmente do sol, auxilia muito na fixação de cálcio nos ossos do corpo humano.

Então, a dica é sempre se adaptar a banhos de sol em horários delimitados, que excluem o horário que vai entre as 10 horas da manhã e as 4 horas da tarde.

Conforme informações dos médicos, a recomendação é que as pessoas mais velhas e todas aquelas que precisam de mais cálcio no organismo façam caminhadas leves e ao ar livre no período da manhã ou no fim da tarde.

Use bonés, protetores solares e beba muita água também.

3 – A prática dos exercícios físicos

Ainda tem dúvida de qual a melhor forma de repor cálcio? Saiba que praticar exercícios físicos é outra maneira totalmente saudável e recomendável.

E você não precisa ser um “Usain Bolt” da vida ou correr maratonas toda semana.

Na verdade, as caminhadas leves já são indicadas como componente importante na absorção do cálcio e estimulante na acumulação desse nutriente nos ossos.

O melhor de tudo é que ao praticar essas atividades, você consegue se expor ao sol de forma cuidadosa e ainda pratica atividade física, dois pontos importantes para repor o cálcio que falta no organismo.

4 – O uso de suplementos

Calma, que já vamos explicar uma coisa: essa também é uma dica recomendável pelos médicos.

O fato é que na maior parte das vezes, as 3 recomendações acima são as mais contundentes e aconselháveis.

Mas, não é raro que elas não gerem todo resultado que seria necessário para uma vida rica em cálcio.

Então, nesses casos mais acentuados, os médicos podem sim aconselhar o uso de suplementos que tem como foco o cálcio.

Entenda que o suplemento nada mais é do que uma complementação mineral indicada para quem ingere quantidades pequenas da média aconselhável.

E vale dizer ainda que essa é uma medida cuidadosa porque o que se sabe é que em idosos, quando a quantidade diária de cálcio fica menor do que 800 miligramas os riscos de fratura de ossos são muito maiores.

Neste último tópico você tem que entender que nunca é aconselhável comprar tais suplementos sem a prescrição de um médico ou a ajuda de um farmacêutico.

Eles são profissionais que podem te orientar quanto ao uso e os efeitos deste composto usados para repor o cálcio do corpo.

E quando o cálcio não é reposto… O que acontece?

Bem, se você acha que saber qual a melhor forma de repor o cálcio no organismo não é importante para você, considere que isso poderia acarretar um prejuízo grande no decorrer dos anos.

Estamos falando especialmente da osteoporose.

Mas, também podemos citar os sintomas mais incômodos dessa doença, como a dor na coluna, a depressão, a ansiedade, as doenças periodontais, a artrite.

Então, a ideia não é te colocar medo ou dizer que quando ficar mais velho você vai ter problemas de saúde. Não é isso!

Nosso objetivo, desde o início, é te ajudar a entender como o cálcio age no corpo e qual a importância dele.

Observe que com pequenas mudanças de comportamento no dia a dia você pode ter uma vida mais longa, mais saudável e sem problemas nos ossos e nos dentes.

Beleza e Bem-estar Dicas Mulher Produtos
5 cuidados com a pele depois da maquiagem: o que você precisa saber ainda hoje
16 de julho de 2018
0

Você é do tipo de mulher que chega em casa e entra embaixo do chuveiro para limpar a maquiagem usada na noite anterior? Se esse é o seu caso, melhor conhecer alguns cuidados com a pele depois da maquiagem.

A ideia geral é a de que você entenda que a remoção de todos os produtos usados é tão importante quanto o preparo deles – mesmo porque é durante a noite que o nosso organismo renova as células do corpo.

Então, acredite: o ideal é você fazer essa limpeza de pele antes mesmo de dormir. Mas, não faça isso apenas com um banho, ok?

O uso de produtos específicos e cuidados especiais podem fazer toda a diferença para que você tenha uma pele jovem e saudável que vai permanecer ao longo dos anos.

Ah, agora se você quer insistir em limpar a pele de qualquer jeito, tudo bem…

Mas considere que poderá ter problemas como o envelhecimento precoce, a desidratação, acnes, poros dilatados e o acúmulo de poluentes.

De fato, esses cuidados com a pele depois da maquiagem são importantes para a sua saúde.

Glossário dos produtos para a limpeza da pele

Antes de listar os 5 cuidados com a pele depois da maquiagem, você precisa saber alguns conceitos que serão usados no passo a passo abaixo.

É provável que você já tenha ouvido falar de todos eles, mas pode ser que tenha ficado para trás alguma explicação importante sobre esses produtos.

Os Demaquilantes

O demaquilante é um produto que remove os resíduos de poluição, células mortas, oleosidade, maquiagem, filtro solar, cremes e impurezas.

A função central dele é retirar o excesso de maquiagem do rosto, sendo muito mais eficaz do que os sabonetes – e são saudáveis para a pele.

E hoje o mercado de cosméticos e higiene pessoal apresenta uma variável muito grande de demaquilantes, sendo os cremes, géis, líquidos, em lenços, etc.

Os Tônicos

Os tônicos são loções para a limpeza de pele também.

Eles retiram os resíduos da maquiagem e ajuda a limpar os poros.

Quando você tonifica o seu rosto está evitando a obstrução dos poros e a formação de irregularidades como os cravos e as espinhas.

Os Sabonetes Neutros

Aqui neste artigo estamos falando em sabonetes faciais, ok?

Eles são usados para retirar as sujeiras mais superficiais, tais como a poluição, as impurezas, os restos de cremes e a maquiagem que o demaquilante deixou para trás.

A massagem com o uso de sabonetes é importante para drenar os vasos linfáticos também e aumentar a circulação sanguínea da pele do rosto.

O sabonete neutro é o mais indicado porque evita a acidez na pele.

Os Cremes Hidratantes

Esses cremes são indicados para quem quer proteger a pele das influências externas, como o frio, o aquecimento, o sol, entre outros.

Isso evite o envelhecimento da pele e, inclusive, algumas doenças.

5 cuidados com a pele depois da maquiagem

Bom, visto isso e já sabendo o que representa cada um dos produtos que serão mencionados abaixo, você está apta para esse passo a passo.

É ideal que você entenda que existem várias formas de cuidar da pele após o uso de maquiagem e os 5 tópicos abaixo são os mais comuns, mas podem ter adaptações também.

1 – A maquiagem dos olhos

Primeiro, para tirar a maquiagem dos olhos, você pode usar um algodão e acrescentar nele algum demaquilante.

Em seguida, pressione o algodão bem molhado no olho e segura um pouco.

Deslize o algodão na região toda dos olhos, com leveza.

Depois, coloque o algodão debaixo do olho e feche o olho para deslizar em toda área.

2 – A maquiagem dos lábios

Agora, vamos continuar com a limpeza da maquiagem e vamos para os lábios.

Você pega mais um pedaço de algodão para passar nos lábios.

E faz o mesmo processo citado acima.

3 – A maquiagem da pele

Agora para a pele.

Você vai pegar um lencinho umedecido, como esses usados em bebês porque são indicados para peles sensíveis e ajudam a prevenir irritações.

A primeira toalhinha você pode dobrar e adicionar um pouco do demaquilante também.

Mas, diferente do que você fez nos passos acima, vai adicionar somente algumas gotinhas para não deixar a pele oleosa demais.

E lembre-se de sempre usar o lenço com delicadeza – sem esfregar muito.

Assim que o seu lencinho ficar todo sujo, você troca de lencinho e continua o processo.

Só que nessa etapa você não precisa mais adicionar o demaquilante, tá bom?

Esse 2º lenço é apenas para retirar o que restou.

4 – Lave o rosto

Agora, você já pode lavar o seu rosto da forma como a maior parte das pessoas faz.

Então, aplique sabonete nas mãos e faça movimentos por todo o rosto.

Você pode usar sabonetes líquidos e neutros, que são mais práticos e mais econômicos também.

Depois, enxague o rosto e retire todo o sabonete da pele.

Em seguida, seque bem com a toalha.

5 – Retire os resíduos da maquiagem

O último passo é retirar os resíduos da maquiagem.

Esse é um passo importante, ainda mais se você tiver a pele oleosa.

Pegue um algodão e aplique o tônico. Em seguida, passe na pele – mesmo após ter lavado.

Aqui finaliza os cuidados com a pele depois da maquiagem, mas você também pode fazer mais um passo, que é o uso de cremes, que podem ser espalhados por todo o rosto.

A importância de cuidar da pele após a maquiagem

Esses cuidados com a pele depois da maquiagem são importantes para manter a saúde e a beleza da sua pele.

E a pele em contato com os produtos de maquiagem fica mais oleosa, especialmente por conta da base e do pó compacto, que são usados de forma incessante.

Eles são produtos que ficam acumulados nos poros e, se assim permanecerem por muito tempo podem inibir a respiração da pele – e causar o envelhecimento precoce.

O uso dos produtos listados facilitam todo esse processo, assim como ajudam a manter a pele hidratada, bonita e com o pH equilibrado.

Depois de seguir esses 5 passos pode ter certeza que sua noite de sono será mais tranquila.

Dicas Saúde
Tensão em jogos de futebol pode causar o “bruxismo em vigília”
5 de julho de 2018
0

Esse é um hábito muito comum na vida de muitos brasileiros, mas não é nada saudável – o bruxismo acontece quando rangemos os dentes de forma involuntária, principalmente durante a noite.

O problema é mais frequente nos adolescentes, ainda que adultos sofram com isso também.

No curto prazo, quem sofre com o bruxismo não percebe os efeitos negativos que ele pode causar.

Só que ao longo do tempo, isso pode causar fortes dores de cabeça, dores na mandíbula e no ouvido também. Em casos mais acentuados, o bruxismo pode causar também a ruptura dos dentes.

E nessa introdução falamos muito sobre o bruxismo, sendo que boa parte disso tudo você já sabia.

O que você ainda não sabe é justamente o que vamos falar a partir de agora, que é sobre o bruxismo em vigília, que é um transtorno psicossomático que vale a pena ser analisado.

Para facilitar o seu entendimento sobre tudo que é importante saber neste artigo, separamos as partes abaixo em grandes tópicos, sendo: o que saber sobre o bruxismo, o que é o bruxismo em vigília e os tratamentos mais eficazes para o bruxismo.

Ah, é justamente no decorrer desses tópicos que você vai entender os motivos que provam que a tensão em jogos de futebol pode sim causar esse tipo de bruxismo e, no decorrer do tempo, valsar rupturas nos dentes.

O que saber sobre bruxismo?

É uma doença que pode aparecer em qualquer momento da vida, ainda que a maioria dos pacientes tenha entre 17 e 20 anos. Quanto ao fim do problema pode acontecer sem tratamento ou pode durar vários anos acentuando os problemas.

O mais recomendado é fazer tratamentos eficazes para acabar com o problema rapidamente e evitar qualquer tipo de dano.

E como tratar o bruxismo? Bom, o ideal é identificar a causa dele.

E é aqui que você vai começar a entender a relação com a tensão que acontece durante os jogos da seleção ou outros da Copa do Mundo, o maior evento esportivo do mundo.

Isso porque a teoria mais aceita é aquela que assinala o estresse como desencadeador do bruxismo.

O bruxismo de vigília – tem muita coisa que você ainda não sabe

Muitas pessoas esfregam ou apertam muito forte os dentes quando estão sob pressão, seja no trabalho ou na universidade, na escola, na reunião de família, ao ver um filme, uma série, ler um livro…

Se isso acontece com você também, saiba que está totalmente relacionado com o estresse no trabalho e os problemas pessoais e resulta no bruxismo de vigília, que nada mais é do que um tipo de bruxismo diurno.

Primeiro vamos entender porque o bruxismo é considerado um transtorno psicossomático!

O hábito de ranger os dentes é a forma que muitas pessoas encontram para descarregar as tensões causadas pelas obrigações ou pelos problemas cotidianos.

E por que é importante saber disso? Porque muitas pessoas pensam que por se tratar de uma doença dos dentes, para tratar o bruxismo basta ir até o dentista anualmente.

Só que o mais correto é ir também a outros profissionais da saúde, como os psicólogos.

De modo geral, o odontologista se encarregará de melhorar ou tratar os dentes gastos, que foram prejudicados, que sofrem rupturas ou que estão com problemas ainda maiores.

Já o terapeuta vai ajudar o paciente a encontrar o motivo da aparição deste hábito.

É importante saber que a pessoa que tem este transtorno do bruxismo em vigília não faz isso de forma consciente e, por isso, muitas vezes não conseguem entender as causas que o provocam.

Entendeu por que a tensão dos jogos de futebol pode causar o bruxismo em vigília?

Toda atividade que te deixa estressado, nervoso ou ansioso pode causar isso… E se você não tratar o resultado será cada vez pior.

Pesquisa

Na universidade do Chile pesquisaram sobre a incidência  do bruxismo na vida e constataram que a doença pode permanecer por vários anos e vai depender da gravidade das tensões.

A boa notícia é que uma vez que é detectado por um familiar ou amigos ou mesmo pela pessoa afetada, o paciente consegue passar as informações aos médicos que podem analisar os melhores tratamentos.

Os tratamentos para a prevenção do bruxismo

Existem muitas maneiras de tratar o bruxismo em vigília, sendo que a ideia é sempre reduzir os fatores que geram a tensão. Então, selecionamos algumas opções, confira agora.

Tratamento Odontológico

Os dentistas são responsáveis por aplicarem padrões de mordida.

Existem, por exemplo, objetos que são colocados no momento de se deitar e a única coisa que ele faz é evitar que os dentes quebrem ou se danifiquem.

No entanto, isso não elimina o hábito e por isso é tão importante optar por outros tratamentos também.

Tratamento Psicológico

Uma mudança de atitude diante dos problemas ou das obrigações é o primeiro passo para evitar este hábito que causa problemas à saúde.

Tratamento Farmacológico

Em casos de bruxismo e estresse extremos, os médicos usam tranquilizantes ou relaxantes musculares, assim como também, ansiolíticos.

Tratamento Físico

Deve acontecer quando os incômodos faciais são muito fortes e os dentes ficam muito doloridos.

O terapeuta pode oferecer massagens ou técnicas de relaxamento para o pescoço e a cabeça.

É outro tratamento paliativo, mas não preventivo para o bruxismo.

Tratamento com a Acupuntura

A terapia que usa pequenas agulhas para melhorar certas emoções ou canalização de energia pode servir para relaxar o paciente e evitar que ranja os dentes enquanto dorme.

Tratamento de Relaxamento

A ioga, a meditação ou o tai chi podem ser grande utilidade para alguém que sofre de bruxismo.

Estas disciplinas relaxam o corpo, acalmam a mente e diminuem o estresse, os nervos e ansiedade.

Mudança de Hábitos

Por último, para prevenir novos episódios de ranger os dentes, podemos: praticar esportes para induzir o sono mais profundo, dormir um pouco a tarde, realizar atividades recreativas, diminuir o consumo de cafeína, tomar banhos relaxantes à noite e aplicar calor úmido no rosto e no pescoço.

Lembre-se que não existe aquele tratamento para o bruxismo que é melhor do que o outro. O fato é que sempre vai existir um que é ideal para você, portanto, consulte sempre um médico especialista que possa te auxiliar nessa tomada de decisão.

Beleza e Bem-estar Dicas Mulher Top10
Fique linda, dicas de makes perfeitas para dia de Jogo!
29 de junho de 2018
0

Hoje a dica que temos é especial para as mulheres que querem ficar lindas em dia de jogo. Principalmente se for um jogo da nossa querida seleção brasileira, né.

Se você não tem nenhuma idéia de qual make fazer no seu look para torcer pelo Brasil, leia este conteúdo completo para se inspirar.

O que nós podemos dizer é que é uma dica muito fácil que você vai aprender rapidinho e sem ter maiores dificuldades. O passo a passo você acompanha agora!

1º passo – É hora de marcar o côncavo

Você pode achar engraçado dizermos o côncavo, né.

Mas, se você frequentou as aulas de matemática, já deve imaginar o que é.

O côncavo é aquela parte mais “arredondada” que fica acima dos olhos.

Bom, então vamos ao que interessa.

Você deve marcar o côncavo com o marronzinho.

Isso vai ser importante para nos ajudar depois a fazer o degradê azul.

Feito isso, vamos pegar um azul opaco sem brilho.

Que também vai ser usado para marcar o côncavo.

A gente vai vendo como o marronzinho que fizemos primeiro ajuda.

Com a mão bem leve e segurando bem na pontinha do pincel, a gente só vai afundando ele no côncavo do nosso olho.

Só de apertar o pincel a gente já encaixa no côncavo e fazendo movimentos bem levinhos só para marcar a região.

Agora, pegue algum pigmento da sua preferência que seja azul.

Do tipo, azul cintilante.

A ideia é ele ser segmentado e preencher o espaço da pálpebra, na marcação que a gente fez no côncavo, no sentido para baixo.

A gente deve pigmentar toda a pálpebra.

O ideal é usar um pincel sem a esponjinha mesmo – porque é só depositar, não precisa esfumaçar essa região.

Agora, a gente volta com o pincel que a gente colocou o azul no côncavo e esfumaçamos para não ficar qualquer marcação.

2º passo – Usando o lápis verde

Agora, com o lápis de sombra verde, a gente o passa dentro da linha d’água dos cílios inferiores e passa um pouquinho fora também, para que fique dentro e fora de formas equilibradas.

Na parte que ficou do lado de fora da pálpebra inferior, o ideal é fixar o lápis.

Se não, o que vai acontecer é que e maquiagem vai sair muito rapidamente.

Vale a mesma teoria de quando a gente passa lápis preto e ele escorre, sabe?

Por isso, a gente precisa colocar uma sombra por cima para fixar.

Então, a gente pega uma sombra verde também e compensa!

A gente vai depositando em cima – sem segredo algum.

Depois, a gente pega um pincel mais fofinho e dá uma esfumaçada.

Essa última parte é importante só para o seu rosto não ficar muito marcado de verde e suavizar um pouco o contraste dele com a pele.

3º passo – É a hora do glitter

O glitter você já sabe como usar, né.

E para fixar o glitter você pode usar o fixador que quiser.

Você pode, por exemplo, molhar ele com o pincel para que daí o glitter grude.

E o glitter pode ser colocado onde você quiser também.

A nossa indicação é você colocar no canto interno do olho, com pouca quantidade, delicadamente.

4º – Agora vem o uso do seu delineador

O próximo passo é usar o delineador, que é um charme total nessa make.

Agora, faz um delineado bem fininho na base dos cílios.

O delineador, nessa make, é apenas para auxiliar a gente na hora de colocar os cílios postiços.

A gente também pode usar a máscara de cílios para deixar fininho.

5º passo – Os cílios postiços

Depois de passar a máscara, você tem que passar aquela colinha, que é própria para o uso em maquiagens – e não pode ser qualquer cola, está bem?

Então é só depositar na região e espalhar bem.

Quando vocês forem colocar esses cílios postiços, lembre que fazer isso por cima dos cílios naturais torna mais fácil todo o processo.

Então, empurre-o em da raiz em direção a pálpebra. E depois junte os cílios postiços nos seus.

Aqui não tem muito jeito: só a prática vai ter tornar boa para colocar os cílios postiços e se você estiver fazendo isso pela primeira vez, tenha um pouco de paciência que vai dar tudo certo!

6º passo – O retoque com o delineador

Em seguida, a gente usa novamente o delineador.

Ele vai servir para retocar o delineado.

E não só para isso, mas também para tapar a linha dos cílios postiços.

Depois, o ideal é passar a máscara de cílios nos cílios inferiores para finalizar a parte dos olhos.

7º passo – A boca… Nem tão colorida assim

Na boca, o mais recomendado é optar por cores opacas, como a nude.

Só que se vocês forem mais ousadas podem colocar a cor que vocês quiserem, sem nenhum problema.

A indicação de uma cor mais neutra é pelo fato de que já usamos cores vivas, como o verde.

E como os olhos estão bem coloridos, a gente acaba preferindo por deixar a atenção toda para eles.

Então, a indicação é deixar a boca um pouco “apagadinha”.

E depois de selecionar a cor de batom, a gente pode passar por cima um gloss labial, que é para ele ficar mais iluminado.

A make que é a sua cara

Neste conteúdo demos uma ideia de maquiagem que pode ser feita em dia de jogos do Brasil nessa copa do mundo, só que você nunca deve deixar de expor os seus gostos e opiniões.

O que temos aqui é uma ideia geral, baseada em técnicas de make que são usadas por muitas famosas e celebridades, sendo que nada impede de você criar a sua própria maquiagem para ver os jogos do Brasil.

Inclusive, se você tem alguma ideia diferente pode nos contar, nos comentários.

Só que nunca se esqueça de que o verde e o azul, além do amarelo, são as nossas cores e isso pode fazer toda a diferença na hora de montar uma maquiagem que vai te deixar com a cara do Brasil.

Alimentação Beleza e Bem-estar Dicas Saúde
Suspende o Churrasco, seja Fit na torcida pelo Brasil com esses 5 alimentos
21 de junho de 2018
0

Você adora comer enquanto assiste aos jogos de futebol da Copa do Mundo? Se sim, você tem que ler este artigo agora mesmo. Esses 5 alimentos são ideais para a ocasião – além de serem totalmente saudáveis.

Aliás, se você é homem ou criança também pode anotar essa lista. Só que a maior parte dos alimentos citados aqui foram pensados nas mulheres, que precisam manter o equilíbrio da produção hormonal.

Mesmo porque você é mulher já deve ter provado um pedaço de chocolate amargo durante a TPM (Tensão Pré-Menstrual) e notado alguma alteração no humor que a deixou muito mais “bem humorada”, não é?

Só que não é só o chocolate que vai te cair muito bem nessa Copa do Mundo.

Existem outros 4 alimentos que podem ser consumidos durante esse período e que vão trazer efeitos totalmente positivos, considerando  que são ricos em nutrientes importantes para o corpo, como as vitaminas e o ferro.

Confira a nossa lista completa e aproveite os dias de jogos da seleção da melhor forma possível – sem sustos e com muita alegria!

1 – A Cafeína

A nossa 1ª dica de alimentos que podem ser consumidos durante os jogos de futebol da Copa do Mundo da Rússia é a cafeína.

Existem muitos estudos que provam que mulheres que bebem 2 xícaras pequenas ou médias de café por dia podem sofrer – de uma forma positiva – alterações nos níveis de estrogênio.

Logo, o consumo dessa bebida está diretamente ligado ao bom humor, podendo reduzir drasticamente as chances de depressão e de propensão ao suicídio.

E por que a cafeína é uma boa pedida para os jogos da Seleção Brasileira durante essa competição mundial?

Justamente porque as partidas vão acontecer em horários propícios, sendo que os principais são: às 9 horas e as 15 horas.

2 – As Oleaginosas

Talvez não há oportunidade melhor para “beliscar” as castanhas e as amêndoas do que durante uma partida de futebol da Seleção Brasileira.

E mesmo que você não seja aquele tipo de mulher que gosta do esporte e não entende qual é o sentido de ver 22 atletas correndo atrás de uma bola, considere que esses alimentos vão te ajudar muito.

Além das castanhas e das amêndoas, as avelãs também fazem parte do grupo das oleaginosas e todas são ricas em beta-sitosterol.

Esse nutriente auxilia na redução do cortisol, que é o hormônio do estresse. Além de ser o principal responsável pela resistência ao emagrecimento rápido e pela compulsão alimentar.

3 – Os Chocolates

Os chocolates também estão entre os alimentos e melhor do que isso, eles são os queridinhos delas – e também de grande maior parte dos homens e das crianças.

A notícia boa é que o chocolate, especialmente aqueles que são mais amargos, têm grandes quantidades de cacau, que é um nutriente que auxilia o organismo na produção do triptofano.

O triptofano é importante porque atua na formação de serotonina, que provoca a sensação de bem-estar.

Isso já explica porque muitos médicos recomendam o consumo de chocolate para mulheres que estão passando pelo período da TPM ou para pessoas que têm rotinas cansativas de trabalho.

Considerando que alguns jogos da seleção brasileira neste ano vai acontecer às 9 horas ou às 15 horas, então, o momento se torna totalmente oportuno para o consumo de chocolate.

4 – Os Cereais Integrais

Na lista de cerais integrais temos a aveia e também os pães e os germens de trigo, sendo que todos são ricos em vitamina E, que aumenta a produção dos hormônios sexuais.

Outra recomendação para esse tipo de alimento é que eles dão maior sensação de saciedade se comparados aos outros alimentos que são feitos com a farinha refinada.

A explicação é o fato de que esses cereais estimulam a produção dos hormônios que provocam a saturação dos alimentos no corpo humano, dificultando o controle sobre o ganho excessivo de peso.

Além de serem bons para o apetite sexual e para auxiliar o processo de emagrecimento, os cereais integrais também ajudam a regular a quantidade de açúcar no sangue, atuando como uma espécie de insulina a diabetes.

5 – O Salmão

Existem alguns jogos que vão acontecer na nossa tradicional “hora do almoço”, que é às 12 horas, o meio-dia.

Se nós estamos falando em alimentos para serem consumidos durante os jogos e isso acontecerá durante o período do almoço, um bom alimento a ser pedido é o salmão.

A explicação é bem simples: esse é um dos peixes mais ricos em nutrientes que temos conhecimento, sendo que os principais deles são: vitaminas, ferro e o ômega 3.

Todos contribuem para o bem-estar, para o bom humor e também para a longevidade das mulheres em idade mais avançada.

Dieta equilibrada também na Copa do Mundo

Como você viu acima, existem 5 bons motivos para você não deixar a sua dieta saudável  de lado – mesmo em um período tão movimentado como esse.

A Copa do Mundo é a maior competição esportiva do mundo e isso pode alterar alguns serviços e horários em qualquer parte do mundo.

Mas, o que não pode ser alterado é a sua sabedoria em escolher os melhores alimentos para consumir durante esse tempo.

Por exemplo, se o jogo que você vai assistir é pela manhã, às 9 horas, você já sabe que a cafeína vai te cair muito bem. Sendo que ainda tem a opção dos cereais integrais, que também podem ser consumidos a tarde.

Agora, se o jogo acontece na hora do almoço, às 12 horas, temos a indicação do salmão, que pode ser incrementado com porções de arroz e saladas.

E você ainda pode dar um jeito de incluir o chocolate e as oleaginosas.

Por outro lado, considere que no mercado existem os alimentos que podem prejudicar a sua saúde durante os jogos esportivos da Copa, como aqueles que têm excesso de sal ou de conservantes.

Se você optar por eles – ao invés dos saudáveis – poderá ter consequências nada boas… E nada melhor do que torcer e ser Fit ao mesmo tempo, não é mesmo?

Uncategorized
5 cuidados importantes com a alimentação durante a Copa do Mundo
18 de junho de 2018
0

É só chegar o dia do Jogo do Brasil que quase todo mundo corre aos supermercados para comprar amendoins, refrigerantes, pipoca, bebidas alcoólicas… Mas, o que você deveria fazer é tomar alguns cuidados importantes com a alimentação nesses dias.

Recentemente fizemos um conteúdo dizendo o que é o ideal consumir em dias de jogos da Copa do Mundo, como as amêndoas e até mesmo o café, o salmão, etc.

Agora, neste artigo vamos falar exatamente sobre como se comportar em dias de jogos quando o assunto é alimentação. Será que ficar muito tempo sem comer vai te ajudar a torcer de forma saudável?

Óbvio que não! O ideal é fazer 6 refeições todos os dias.

E essa é a nossa dica número 1, mas existem mais outras 4 dicas que você deveria conhecer antes mesmo de ir até o supermercado comprar seus ingredientes para consumir durante os jogos.

Cuidado 1 – Faça 6 refeições diárias

Pode ser nas férias, nos dias de Natal, no seu aniversário, no inverno… Não importa quando, mas o fato é que os nutricionistas e médicos que cuidam da alimentação recomendam fazer 6 refeições todos os dias.

Portanto, isso não seria diferente também durante a época da Copa do Mundo.

A explicação é que se ficarmos muito tempo sem comer, o nosso organismo baixa, automaticamente, a sua taxa metabólica. Basicamente, o metabolismo diminui.

E na prática isso quer dizer que ele deixa de funcionar como deveria, no seu melhor potencial. Assim sendo, mesmo que tenha que se adaptar, tente manter a rotina de se alimentar, ao mínimo, por 6 vezes todos os dias.

Ah, e se você não sabe exatamente como fazer isso, considere as seguintes refeições, que podem ser alteradas ou modificadas conforme o seu perfil: almoço, jantar, café da manhã, café da tarde, ceia da noite, lanche da manhã.

E aqui vai outro detalhe muitíssimo importante também: – nunca pule o café da manhã, que é uma refeição fundamental para dar energia para você e durante todo o dia.

Cuidado 2 – Beba muita água

Essa é outra regra da alimentação que não deve, ou não deveria mudar em dias de jogos da seleção na Copa do Mundo, né.

Afinal, estamos falando de um bem vital à saúde humana, que repõe nutriente e que faz todo organismo funcionar melhor.

A dica aqui é beber o máximo de água todos os dias nos intervalos das refeições que foram citadas acima – mas, atenção: evite beber durante uma refeição.

Ah, e não esqueça que a mastigação é fundamental para o processo de saciedade, por isso mastigue muito bem os alimentos até que eles fiquem prontos para irem para o restante do sistema digestivo.

Ainda sobre o consumo de água, considere outro ponto importantíssimo: – diminua a quantidade de sal adicionado na alimentação porque o sal faz com que o nosso organismo retenha líquidos.

Cuidado 3 – A ordem do que comer também é importante

Nas suas principais refeições que serão feitas durante os jogos da copa, o ideal é que comece sempre pela salada. Por quê? Porque ela tem menos calorias e mais fibras, logo, vai exigir mais da sua mastigação.

E, assim você fica mais rapidamente saciado – o que é extremamente importante para que o seu organismo tenha um bom funcionamento.

Depois, no prato principal, procure dividir sua refeição em três partes:

  • ½ para vegetais cozidos ou refogados (legumes),
  • ¼ para fontes de proteína (carnes)
  • ¼ para fontes de carboidratos (arroz e batatas).

Ah, e sempre se atente para substituir os alimentos fritos pelos assados – além deles terem menos calorias também são muito mais saudáveis.

Cuidado 4 – Atenção para o consumo de bebidas alcoólicas

Reduza o consumo de bebidas alcoólicas, que além de não fazer bem o organismo ainda contêm calorias adicionais e podem te engordar, te deixar estufado, com mal-estar e ainda alterar seus sentimentos.

Ao menos no Brasil, o consumo de álcool durante jogos de futebol é muito comum. E não há regra quanto à isso, mas o que se sabe é que o consumo exagerado, de forma geral, faz mal à saúde.

Opte por beber em menor quantidade ou por substituir suas bebidas por outras mais saudáveis e que também podem estar presentes nessa época de jogos.

Cuidado 5 – Comer durante a noite não faz bem

Quase todos os jogos da Copa do Mundo da Rússia neste ano estão acontecendo durante o período da manhã e da tarde aqui no Brasil. Isto é, na primeira fase, os jogos serão às 9 horas, às 12 horas e as 15 horas quase sempre.

Logo, não terão jogos durante a noite.

Mas, ao reunir a galera para torcer para o Brasil ou torcer contra a Argentina de Lionel Messi pode ser que você se alimente mal e queira repor tudo isso durante a noite.

E, acredite: isso não vai ser bom para você.

O que os médicos dizem é que você deve evitar grandes refeições no período da noite porque isso pode prejudicar o sono e alterar a produção hormonal noturna.

Na prática, o resultado é bem simples, né: comer muito de noite contribui para o ganho de peso – além disso, você não precisa comer tudo o que tem no prato, a hora que sua fome acabar, deixe o restante para o outro dia.

Coma bem e torça saudável!

Ter uma alimentação balanceada e equilibrada, além de seguir esses 5 comportamentos que são essenciais para qualquer dia do ano vai te ajudar a torcer de forma mais saudável.

Isso te ajuda a prevenir doenças como as paradas cardíacas que, infelizmente, são comuns nesses dias de jogos. Além disso, você evita problemas gastrointestinais ou dores de cabeça acentuadas.

Todos esses sentimentos e esses sintomas podem aparecer quando não se tem uma alimentação cuidadosa e acredite: o seu corpo não vai te perdoar mesmo em dias de jogos da Copa do Mundo.

Logo, não há recomendação melhor do que a de ter cuidado com a própria saúde durante a Copa do Mundo. Continue pensando nos alimentos mais saudáveis e nos comportamentos que vão te deixar cada dia mais predisposto a torcer.